Recentemente, a estrela de “Avós de Primeira Viagem” Chloe Mendoza publicou um vídeo relatando supostas agressões sofridas por ela por parte de seu ex-namorado e pai de sua filha, Max Schenzel.

Chloe relatou diversos supostos abusos de Max, incluindo as duas vezes em que seu ex-namorado foi preso por violência doméstica, em dezembro do ano passado e fevereiro deste ano.

A primeira agressão sofrida por Chloe teria sido em sua cabeça, quando Max teria-lhe atirado um telefone. A segunda seria em uma de sua mãos, ao tentar impedir que outro objeto atirado pelo rapaz lhe atingisse o rosto.

“A primeira vez em que pedi uma ordem restritiva contra Max foi porque ele me bateu”, contou Chloe. “Ele não foi detido, mas admitiu sua culpa.”

Schenzel também teria quebrado o telefone celular da namorada, proferido um soco em um de seus braços e atingido a moça em uma de suas pernas – no vídeo, Chloe exibiu uma foto do que seria a marca arroxeada da agressão. Ela ainda teria mais fotos de outros episódios, mas afirmou que Max a induzira a deletá-las.


Chloe ainda relatou inúmeras outras agressões, incluindo um tapa no dia de seu aniversário e um chute contra Ava, a filha do casal.

“Foi como consegui uma ordem restritiva que incluísse Ava”, continuou. “Ele admitiu haver chutado suas costas.”

A gota d’água teria sido um episódio em que Max, alterado em virtude da ingestão de álcool, teria virado o volante do carro dirigido por Chloe, fazendo com que o veículo invadisse a pista em sentido contrário. Por sorte, segundo Mendoza, não havia outro carro na via.

Após o ocorrido, Chloe, aos prantos, teria dito a Max que telefonaria para sua mãe e voltaria para a casa dos pais. E, revoltado, o ex-namorado teria quebrado um outro telefone celular.

Em sua conta no Instagram, Max negou as acusações e afirmou que jamais feriria uma pessoa que ama, mas que não publicaria nenhuma das atitudes de Chloe, mensagens trocadas durante o relacionamento ou vídeos “para não difamar a mãe de sua filha”.

“Sou melhor que isso”, finalizou Max.

Para estar informado sobre o assunto, visite diariamente a revista “O Mundo Online” ou siga-nos no Instagram, no Facebook e no Twitter.