A National Transportation Safety Board (NTSB), organização responsável pela investigação de acidentes de aviação nos EUA, manifestou-se a respeito do acidente que levou a óbito o ex-jogador Kobe Bryant e sua filha Gianna.

A NTSB revelou que o helicóptero em que faleceu Kobe Bryant não estava equipado com um sistema de alerta de aproximação de terreno (TAWS) ou com gravador de dados de voo (FDR) ou voz (CVR).


A empresa recomenda que helicópteros que transportem 6 passageiros ou mais sejam providos com tais recursos mas, aparentemente, a Administração Federal de Aviação dos EUA ignorou o fato.

A NTSB afirma que os instrumentos auxiliariam no caso do acidente.